Kurt Deichmann

Nos anos 40, o alemão Kurt Deichmann chegou ao Brasil fugido da guerra e abriu uma pequena delicatessen na Rua Ataulfo de Paiva, no Leblon, que, apesar de escondida atrás de uma banca de jornal, formava filas na porta.

Sessenta anos se passaram e os tradicionais biscoitos (palmiers, spekulatius, baserlerleckerli) doces, mousses francesas, tortas austríacas – morango, amora e damasco – que deram fama à casa, continuam fazendo sucesso na charmosa doceria, agora num simpático espaço na rua General Urquiza.

Única loja exclusivamente dedicada a doces no Rio de Janeiro, a Confeitaria Kurt oferece uma linha tradicional de iguarias européias, especializada em stollen (espécie de panetone), streusel (torta recheada com frutas frescas), teekuchen (bolo inglês) e weihnachtsfruchi brot (bolo curtido no licor de cherry), dobos (torta húngara com recheio de creme de café e cobertura de caramelo), a loja é um pedacinho da Europa no coração do Leblon.

Famosa há 60 anos, a torta de damasco, uma das primeiras a ser preparada pelo Kurt, é também um dos maiores sucessos da loja. Outro grande destaque é Picada de Abelha, que tem massa recheada com creme de baunilha, coberta com mel e crocante. Tão famosa que já foi até assunto no programa do Jô Soares.

No total são mais de 30 variedades de doces e tortas. A Confeitaria desenvolveu, ainda, uma linha diet (sem açúcar) das iguarias como os rocamboles e tortas de morango, ricota e damasco, streusel de banana, strudel de maçã e a torta mousse de chocolate com amêndoas.